09/02/2009

" O Cão da Morte" - Agatha Christie


Sinopse:
Escritas num tom bastante diferente daquele a que o leitor de Agatha Christie está habituado, estas doze histórias têm em comum o crime e o sobrenatural. A solução dos enigmas está nas mãos dos mais insólitos “detectives” e é sempre… arrepiante!

Uma marca de pólvora com a forma de um cão; um presságio do “outro mundo”; uma casa assombrada; uma reunião aterradora; um caso de dupla personalidade; um pesadelo recorrente; uma amnésia súbita; uma levitação; um misterioso pedido de socorro… Doze casos inexplicados - e aparentemente inexplicáveis – cujo desfecho requer o génio “sobrenatural” de uma Agatha Christie.

O Cão da Morte (The Hound of Death and Other Stories) foi originalmente publicado em 1933, na Grã-Bretanha. Uma das histórias do presente livro – “Testemunha de Acusação” – tornar-se-ia num dos títulos mais famosos da autora, tendo sido adaptado ao teatro, em 1953, ao cinema, em 1957 (com um elenco de luxo, do qual faziam parte Marlene Dietrich, Tyrone Power e Charles Laughton) e à televisão, em 1982.


Fonte:
http://www.asa.pt/produtos/produto.php?id_produto=844449&origem=catalogo&id_categoria=309

3 comentários:

  1. mmmm... qual teria sido o título na Vampiro Gigante?

    Acho uma chatice os titulos das mesmas obras serem diferentes entre editoras diferentes :(

    A Vampiro Gigante tenho completa, mas esta da Asa ainda me faltam muitos, só muito recentemente me decidi a completá-la, e apenas pelo aspecto gráfico, porque os títulos já foram editados previamente pela Livros do Brasil (penso que na totalidade)

    ResponderEliminar
  2. A propósito de Agatha Christie e outros temas afins, convido você e a todos para conhecerem alguns blogs lançados em 2008...

    A Casa Torta: O Mundo de Agatha Christie
    http://acasatorta.wordpress.com

    Cinema é Magia
    http://cinemagia.wordpress.com

    Somente Boas Notícias
    http://somenteboasnoticias.wordpress.com

    Televisão é Magia
    http://telemagia.wordpress.com

    Um abraço e um Feliz 2009.
    Tommy Beresford

    ResponderEliminar
  3. Nunca li nada desta autora, mas pelos vistos chegou a altura de começar!

    ResponderEliminar